A mais antigas marginal da África Lusófona terá novo rosto em 2020.

https://i0.wp.com/casa.sapo.pt/news/multimedia/imagens/aeda3ffe-1d16-42f3-8519-15bf14b2a398.jpg?w=1110&ssl=1A Marginal 12 de Julho é uma das mais antigas da África Lusófona, situada na  cidade de São Tomé, que é Membro Efetivo da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa.

As obras de requalificação da marginal 12 de julho poderão arrancar no próximo ano.
A informação é do diretor-geral do ambiente São Tomé e Príncipe após efetuar uma estudo ao impacto ambiental avaliado em 650 mil euros. A nova marginal contemplara lugares de lazeres e para praticas de atividades físicas : corrida pedestre, bicicleta , pescas desportivas, entre outros.
O projeto de requalificação da marginal ser financiada pelo governo da Holanda.      O Embaixador da Holanda para São Tomé e Príncipe, Vila Almas, que assinou o acordo com as autoridades são-tomenses, referiu que, para além da requalificação da Marginal 12 de Julho, o seu país está aberto para a realização de outras iniciativas no país, como a implementação da escola de turismo em São Tomé, a ajuda no reforço de assistência técnica no setor das pescas, agropecuário, e o investimento nos recursos humanos e transparência nas tecnologias.
O Ministro das Infraestruturas, Recursos Naturais e Ambiente, Carlos Vila Nova, considera que se trata de um projeto de extrema importância, e que vai revolucionar a cidade de São Tomé, não só do ponto de vista do lazer, sendo mais uma área turística, mas também da proteção costeira, projetos que se enquadram no desenvolvimento sustentável de São Tomé e Príncipe. De acordo com o Ministro este projeto estará concluído dentro de um ano, depois dos estudos do projeto.

Fonte: Uccla

Compartilhar :

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: