“Adoro ver um sorriso no rosto das pessoas”, diz o humorista são-tomense Azome Pinto

Um dos maiores humoristas de actualidade são-tomense tem feito sucesso nas redes sociais com milhares de visualizações. Azome Bragança Bento Pinto, residente em Portugal e que diz ser inspirado por Deus, diariamente alegram os internautas com histórias dos mais diversos domínios.

E como forma de conhecer, os filhos da terra espalhados além-fronteiras, a revista “Zunta Cloçon” criou a rubrica “Raízes da Terra”. E esta edição é dedicada a Azome Bento Pinto, finalista do curso superior de Contabilidade.

Azome Bragança Bento Pinto é um jovem de 26 anos, filho de pais são-tomenses e nascido em São Tomé e Príncipe. Ele vem de uma família numerosa, com pais batalhadores que lutaram para educar os seus filhos, tendo como o principal foco a escola.

Azome concluiu os seus estudos secundários na sua terra natal e houve a necessidade de continuar a sua formação académica no estrangeiro. Em entrevista a “Zunta Cloçon”, o humorista disse que terminou o 12º ano liceal e candidatou-se para uma vaga em Bragança, Portugal. “Fui seleccionado, com ajuda dos meus pais, tratei os documentos e consegui viajar” disse o jovem humorista.

Tendo chegado em Portugal, Azome deparou com uma realidade completamente diferente de São Tomé e Príncipe e a sobrevivência enquanto estudante começou a se complicar devido a falta de apoio do governo são-tomense.

“O impacto foi muito forte, mas saí com o objectivo de fazer um curso superior. A maior dificuldade que tive em Bragança como estudante de vaga foi a falta de apoio do Estado ou do governo”, afirmou o humorista para depois acrescentar que “todas as candidaturas de bolsa que faço todos os anos, nunca fui seleccionado e essa é uma situação muito triste para mim”.

Mas isso não abalou o jovem e nem o fez desistir dos seus objectivos. Actualmente, Azome Pinto, está no último ano de licenciatura em Contabilidade.

Para além da formação, Azome, nos seus tempos livres dedica-se a actividade humorística.

“Em geral a minha família é muito alegre, onde todos os irmãos procuram uma forma de fazer outro rir”, afirmou o jovem.

Quando ainda esteve em S.Tomé e Príncipe, o mesmo pertencia a um grupo de danças culturais denominado “Mezo Dance”, e com isso a parte artística sempre esteve lá e o humor também.

Já em Portugal, Azome, encontrou uma oportunidade para gravar os seus vídeos engraçados e neste momento é uma referência nas redes sociais em humor.

“ Sempre fui assim e meus irmãos também foram o mesmo em São Tomé. Sempre nos chamavam de doidos, mas em Portugal dizem que tenho talento e que posso ganhar dinheiro com isso”, sublinhou.

Quando começou este novo talento, Azome, afirmou que o objectivo era gravar vídeos para chamar a atenção das pessoas e fazer com que elas conheçam a realidade de STP, um pouco da história, o povo e não só.

“Eu como venho de uma família pobre e numerosa e tive liberdade para brincar e presenciar muitas histórias, torna-se muito mais fácil criar as personagens”, disse, para depois revelar que com a inspiração de Deus, nasceu os personagens: Azominha, Mano, Chum, Cham, entre outras que diariamente alegram os internautas nas redes sociais.

 

Os vídeos de Azome, visa alcançar grande número de pessoas e através deles, retratar a realidade do próprio humorista e a história de S.Tomé e Príncipe levando alegria em forma de comédia.

O humorista quer ser o espelho da juventude são-tomense e fazer com que os jovens acreditem em seu país. “Os jovens devem ter alegria em querer fazer coisas e mostrar STP, através dos seus dons”, apelou Azome, para depois concluir que os jovens devem sonhar e acreditar num futuro melhor.

Compartilhar :

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.