CACAU acolhe a abertura da IX Bienal de Arte e Cultura de São Tomé

Com o tema ” A redescoberta de nós….e dos povos de Língua Portuguesa ”, a casa CACAU acolheu no último sábado, 25 de junho, a cerimónia de abertura da IX Bienal de Arte e Cultura.

Duas exibições teatrais marcaram a cerimónia de abertura, nomeadamente a “performance” do Tchiloli e Teatro Griot “O riso dos Necrófagos”.

A abertura do evento contou com a presença do Presidente da República, Carlos Vila Nova, e do Presidente da Assembleia Nacional Delfim Neves.

Delfim Neves na sua intervenção avançou que vai legislar para dar corpo a valorização do Tchiloli, e de outras manifestações culturais do país.

«É preciso fazer um levantamento das manifestações culturais, credencia-las como património nacional, e concorrer ao património mundial da UNESCO. Da parte que cabe a Assembleia Nacional garanto-vos que já na próxima semana(esta semana) iremos convocar um grupo de pessoas sábias na matéria para começar a esboçar a legislação que possa credenciar todas essas manifestações como património nacional», afirmou Delfim Neves.

Por sua vez, o Presidente da República Carlos Vila Nova, que presidiu a cerimónia de abertura da IX Bienal de Arte e Cultura, elogiando o seu amigo João Carlos Silva frisou que “quando se tem um amigo que sonha, cria e transmite, acho que é uma concentração muito grande numa só pessoa. Mas, é o que eu vejo em ti João…”.

A IX Bienal de arte e cultura de São Tomé e Príncipe que vai decorrer, de 25 de junho a 25 de julho.

Fonte: Tela Non

About Post Author

Compartilhar :

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.