Caso Lady: Tribunal decreta prisão aos agentes da PJ

Nove agentes da Polícia Judiciária são suspeitos no caso da morte do Jovem Lady. O tribunal são-tomense decretou ontem (06.04) prisão preventiva para três deles, prisão domiciliária a cinco e o Termo de Identidade e Residência (TIR) a um outro elemento da PJ suspeitos de estarem envolvidos na morte de Lady. A informação foi avançada pela agência de notícias STP-PRESS.

De recordar que o jovem Nelson da Neves (Lady), morreu no hospital são-tomense em 26 de março, depois de sentir-se mal nas instalações da Polícia Judiciária. O  mesmo andava foragido durante um mês, depois de ter agredido a sua mulher com violentos golpes de catana.

Segundo a agência de notícias STP-Press, “fontes acrescentaram que antes da audição em Tribunal, os nove suspeitos foram ouvidos, primeiramente, pelo Ministério Público um dia antes do processo ser encaminhado ao Tribunal”.

As prisões dos agentes da Polícia Judiciária cumpre a promessa do governo são-tomense, através da ministra da Justiça, Ivete Lima, que  decidiu abrir inquéritos para responsabilizar os envolvidos na morte do cidadão são-tomense.

Compartilhar :

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.