Distrito de Caué passará a ter o seu Tribunal Regional

A Representante Residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento-PNUD, Kasia Wawiernia e a Ministra da Justiça  e Direitos Humanos, Ivete Lima, lançaram na última semana em Angolares, a primeira pedra para a reabilitação do edifício que irá albergar o tribunal do distrito de Caué, os serviços do Ministério Público e da Polícia Judiciária.

A reabilitação do edifício vem no âmbito do Projecto de Modernização do Sistema de Justiça de São Tomé e Príncipe, lançado em Dezembro do ano 2020.

A descentralização dos serviços judiciais tem como objectivo criar condições para que o cidadão possa ter o acesso mais próximo a justiça sem ter que percorrer longas distâncias até a capital do país. O PNUD está a apoiar o Ministério da Justiça, Administração Pública e Direitos Humanos nessa descentralização dos serviços judiciais.

 

Compartilhar :

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.