O melhor chocolate do mundo é feito em São Tomé e Príncipe.

003
Claudio Corallo

Claudio Corallo tem 40 anos de experiência na produção de café e chocolate, tendo trabalhado principalmente em África e durante períodos mais curtos na América Latina (Bolivia). Em 1974, com 23 anos, mudou-se para o Zaire e após vários anos a trabalhar na indústria do café, adquiriu as suas próprias plantações no centro do país. Nos melhores anos, a produção foi de cerca de 880 toneladas de café da mais elevada qualidade, que era exportado e apreciado em todo o mundo. Quando a situação política no Zaire se começou a deteriorar, nos anos 90, Claudio começou a trabalhar em São Tomé e Príncipe. Inicialmente, o seu objetivo era usar o seu vasto conhecimento que tinha da produção de café para produzir cacau. O maior desafio foi o sabor amargo do cacau. Claudio não aceitou isto; considerou este aspeto como um defeito das favas de cacau. Para descobrir as origens do sabor amargo e desenvolver as favas de cacau sem este defeito, criou um laboratório.

        Só através da experimentação feita por si próprio na produção do chocolate é que conseguiu compreender verdadeiramente o cacau e o chocolate e um cacau que não é amargo. O resultado final é o chocolate que se pode comprar hoje: único no mundo, não só porque é o único chocolate feito verdadeiramente da plantação a tablete, mas também porque é o chocolate mais puro que existe no mercado.

007y65
Plantação de café

Em São Tomé e Príncipe o trabalho é feito em duas plantações. Uma das plantações (Terreiro Velho) fica na ilha de Príncipe. Lá produzem cacau, café libérica e pimenta, a outra plantação fica na ilha de São Tomé (Nova Moca), lá se cultivam os diferentes tipos e variedades de café.

010
Produção de pimenta

O seu trabalho no Zaire e em São Tomé e Príncipe é exemplar a este respeito, tanto nas suas próprias plantações como com os agricultores com que trabalha. Originalmente treinados por Claudio, trabalham em equipas e ensinam uns aos outros a trabalhar desta forma.

004
Cacau ainda dentro da sua cápsula e produto final.

Orgulham-se da qualidade do seu trabalho, há também o cuidado com o próprio produto. Corallo trabalha com os melhores ingredientes e usa um cuidadoso processo de produção, inteiramente manual. Esta forma de trabalhar assegura que o cultivo do cacau e a produção do chocolate caminhem lado a lado quando se almeja a mais elevada qualidade possível.

chocolate-4
Embalagem do chocolate

Depois de mais de 35 anos a viver em plantações, aprenderam a rentabilizar os recursos. Claudio detesta desperdício. É esta filosofia que se encontra nas embalagens do produto. São simples, não nos distraem da qualidade do produto. A sua função é proteger o produto e ao mesmo tempo respeitar o ambiente.

 

POR QUE É QUE O CHOCOLATE CLAUDIO CORALLO É TÃO UNICO?

Porque é tão bom que não precisa de adição de baunilha nem de qualquer outros aromas.  Porque o chocolate começa na plantação: eles são os únicos fabricantes de chocolates a produzir próprio cacau com 40 anos de verdadeira experiencia no terreno. As árvores de cacau são descendentes das primeiras plantas que chegaram a África em 1819.

Com o máximo cuidado, na plantação as árvores são tratadas de forma a produzirem cacau da melhor qualidade possível. Cada etapa do processo é escrupulosamente controlada. Desta forma Claudio transforma os grãos de cacau na mais pura forma de chocolate. O seu chocolate oferece os aromas frescos e intensos do cacau acabado de colher.

chocolate-2.jpg
Chocolacao no estado liguido

Nota: Este material foi retirado do site oficial do “Claudio Corallo” (www.claudiocorallo.com), se encontrar erros ortográficos neste material, por favor lhes aponta nos comentarios.

 

 

Compartilhar :

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: