Observadores da CPLP sem “inquietações” com eleições de domingo em São Tomé

O chefe da missão de observação da CPLP às eleições legislativas, autárquicas e regionais são-tomenses afirmou esta quarta-feira, 21 de setembro que a campanha tem decorrido “com normalidade” e que a organização não tem “inquietações” sobre o processo. A campanha para a votação do próximo domingo tem decorrido “dentro da normalidade”, afirmou Rafael Vidal, embaixador do Brasil em Luanda, afirmou, em São Tomé.

A missão de observação eleitoral (MOE) da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que está no terreno desde segunda-feira, é chefiada pelo diplomata brasileiro e composta por 21 observadores designados pelos Estados-membros, pela Assembleia Parlamentar e pelo secretariado-executivo. A equipa terá como tarefa a observação do processo à luz da lei eleitoral são-tomense e “verificar eventuais aperfeiçoamentos que podem ser feitos” para as eleições seguintes, explicou o diplomata brasileiro.

Questionado sobre se a CPLP tem algumas preocupações sobre as eleições, depois de nas presidenciais do ano passado o terceiro classificado ter denunciado “fraude maciça”, e de, no dia seguinte às legislativas de 2018, uma manifestação ter terminado em violência, Rafael Vidal garantiu que não. “Não temos nenhuma inquietação em relação ao processo eleitoral. Ao que tudo indica, já se vem realizando com bastante serenidade, com bastante organização, com bastante imparcialidade dos actores envolvidos. Não existe nenhuma consideração específica que nos leve a temer pelo pleito”, afirmou.

“Evidentemente, todo o processo eleitoral envolve uma polémica. A polémica eleitoral faz parte. É normal que na democracia isso aconteça. Faz parte da democracia que os partidos políticos se manifestem quando têm preocupações”, disse. “Isso faz parte do jogo democrático interno e soberano de cada país, as missões de observação eleitoral não se envolvem nessas questões.”

Os observadores da CPLP vão estar no país até dia 28, para acompanhar a fase final da campanha eleitoral, o dia das eleições, incluindo a abertura e o encerramento de urnas, bem como o apuramento parcial dos resultados.

Fonte: Lusa

About Post Author

Compartilhar :

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.