Primeiro-ministro recebe em audiência o Presidente Governo Regional

O Presidente do Governo Regional, Filipe Nascimento, foi recebido hoje (15/04), em audiência pelo Primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus. Maior celeridade na resposta aos problemas que afetam a Região Autónoma do Príncipe esteve no centro das conversações.

“Dizer a Sr.Primeiro-ministro que há um conjunto de situações que continuam a necessitar de uma intervenção efetiva voltada para resultados”, disse Filipe Nascimento tendo acrescentado que “há situações preocupantes que têm agravado o custo de vida na Ilha do Príncipe, nomeadamente a questão de ligação marítima sustentável que tem causado fortes problemas no que toca abastecimento não só de mercadorias em geral, mas em particular de combustível, quer para o consumo local como também para sustentabilidade energética”.

Os efeitos da Covid-19 na Região Autónoma do Príncipe, bem como na vida da população local também foi umas das preocupações apresentada na audiência pelo Presidente do Governo Regional.

“A Ilha do Príncipe tem o turismo como um sector mais estratégico para o desenvolvimento do Príncipe pelo número de emprego que dá, e pela dinâmica que vinha trazendo a nossa economia regional. Neste momento tem se sentido um aumento de desemprego, e uma dificuldade de certo modo acrescido na vida das pessoas do Príncipe”, frisou Filipe Nascimento.

No encontro, Filipe Nascimento propôs a Primeiro-ministro, uma comissão de serviço para acompanhar todos esses problemas.

“Nós também propusemos que para além deste dialogo que é fundamental que tenhamos, para voltar ao resultado, se calhar é começarmos as estabelecer aqui uma metodologia que passa por uma comissão de acompanhamento em que estejam presentes elementos que represente o governo central bem como o regional”.  

Nesta missão de 5 dias à capital do país, o Presidente do Governo Regional vai aproveitar para estabelecer contactos com diversos Orgãos do Poder Central e com diferentes Missões Diplomáticas acreditadas no país.

 

Compartilhar :

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.