São Tomé e Príncipe – Culinária – do trivial à alta gastronomia.

s1200
Catchupa rica

       A culinária popular do país possui muitas variedades, provavelmente pelo próprio fator histórico e pela posição geográfica de país insular. Hoje em dia, há chefs em alguns restaurantes que exploraram os sabores de produtos locais de diversas formas. De um modo geral, no país consome-se mais o que há facilidade de ser encontrado, até porque, os produtos industrializados são, na maioria, importados.

       Temos varios supermercados de grande porte  no país, localizado na cidade de São Tomé, onde a maioria dos produtos vem de Portugal e  outros oaises. Além deste, há outros mercados menores, onde também encontramos produtos importados de boa qualidadee muitos produtos locais. Isto ajuda muito a quem vem de fora, pois possibilita-lhes confeccionar a própria comida.


index
Peixe cóncón, vermelho e lula (mariscos)

   Os pratos santomenses são praticamente com peixes e frutos do mar e carnes, além de búzios-de-terra e, com menos frequência, frango. Como acompanhamento, banana – aqui mais consumida com o prato principal, fruta-pão, matabala (uma leguminosa parecida com o inhame), mandioca alguns outros legumes e algumas folhas e ervas. Dentre estas últimas, há uma muito comum, usada praticamente em todos os pratos locais, chamada “micocó”. De frutas, existem as tropicais que conhecemos e outras duas bem características do local, que são o mangostão e o safú. Dependendo da época do ano há cacau. O cacau aqui, além de alguns serem destinados para confecção de chocolate, é muito consumido como fruta mesmo, principalmente nas roças. Também há a exportação, mas não em tão grande quantidade como antigamente. O café é outro produto local, bastante comercializado, consumido no país e exportado.

Panela-de-Calulu
Calulu

      O principal prato típico de São Tomé é o Calulu, feito com peixe fumado ou frango. A denominação “fumado” é dada ao peixe seco que sofre um processo parecido com o da defumação. No Calulu vão também várias folhas e ervas regionais, a aparência é de uma sopa bem grossa. Outros pratos típicos são o Rancho – feito com arroz e feijão cozidos juntos; o arroz, ou feijão, à Moda da Terra – feitos com peixe fumado e azeite de palma, e o Peixe Grelhado temperado com ervas locais, acompanhado de banana, fruta-pão e legumes cozidos. Este último é o mais comumente encontrado em restaurantes.

       Como as carnes vermelhas são importadas, em restaurantes locais dificilmente encontramos. As sobremesas geralmente são frutas, sorvetes – aqui chamados de “gelados” como em. Indo para o centro da ilha ou para as chamadas “roças”, o mais comum é o consumo de peixe seco e dos “búzios-de-terra” que, como o próprio nome descreve, é um molusco encontrado sob a terra. Os moradores destas regiões já possuem bastante experiência em encontrá-los e prepará-los.

calulu-de-peixa
Molho a moda da terra.

       O fato de quase não comerem peixe fresco, é porque estão relativamente longe do litoral e também por ser considerado caro para os moradores do interior da ilha, ao contrário do peixe seco que é bem mais barato e dos búzios, que eles próprios encontram na terra. Nas cidades, os búzios são servidos mais como entradas do que como prato principal. Em alguns restaurantes, normalmente de propriedade de portugueses, encontramos pratos mais elaborados, carnes vermelhas ou típico pratos portugueses como “bacalhau a natas” ou “arroz de tomate com pataniscas de bacalhau.” Como mencionei, há chefes que fazem uma releitura de pratos conhecidos com algum produto local, como por exemplo atum com purê de fruta-pão ou de matabala.

indexjkl
Outra iguaria bem característica de São Tomé é a “santola”, uma espécie de caranguejo bem grande, só que do mar. Geralmente é encontrada apenas em certos locais da ilha e sem acompanhamento algum.

        Há um restaurante de cozinha internacional, localizado dentro de um hotel 4 estrelas, onde há vários pratos com produtos santomenses. Há ceviches, risotos e até “creme brullè” feito com baunilha cultivada na ilha. Aí você pode encontrar também um “steak ao molho barbecue”.

       Os restaurantes santomenses estão localizados principalmente nas cidades, mas existem alguns mais distantes, próximos às roças. Enfim, há lugares de todos os tipos para se comer em São Tomé, desde locais bem simples a restaurantes padrões, passando por aqueles montados na varanda ou garagem das casas.

Nota: Este material foi retirado do site “brasileiros pelo mundo“, e foi aprimorado com algumas alterações. Em caso de erros ortográficos, ou algo que possa melhorar o material, deixe o seu comentario para nós.

 

Compartilhar :

2 thoughts on “São Tomé e Príncipe – Culinária – do trivial à alta gastronomia.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: