“SOMA Surf ” projecto de promoção do Surfe Feminino

Surfe Feminino em São Tomé e Príncipe

Através do projecto SOMA (Surfistas Orgulhosas da Mulher da África), um grupo de raparigas da Vila de Santana e de Água Izé estão aprendendo a surfar. O SOMA é um projecto liderado pela Francisca Sequeira e que pretende desenvolver o surf feminino em São Tomé.
O projecto começou a cerca de três meses, e também está sendo apoiado pelo Comité Olímpico São-tomense.
“Agora o nosso objectivo é começar a treinar mais, para talvez um dia, possivelmente  2021, organizar-mos um campeonato de surf em São Tomé e Príncipe”, afirmou a fundadora do projecto, Francisca Sequeira.
É sem dúvidas um projecto inovador. Duas vezes por semana, as raparigas dos seis aos dezoito anos dirigem-se à Praia das Sete Ondas para se dedicarem a esta modalidade.
Actualmente o projecto congrega 15 raparigas, mas as portas estão sempre abertas para as que desejam juntar-se ao grupo. Segundo a responsável do projecto pretende-se ainda expandir este programa à outras localidades.
“Há muitas outras regiões de São Tomé que não recebem tanta atenção, principalmente no Sul. É importante fazer chegar o surf e o SOMA a essas regiões não tão a luz dos olhos de STP”, afirmou.
A maior ambição do projecto é ter uma surfista são-tomense a representar o país nos jogos olímpicos.

Compartilhar :

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.